No post anterior falamos da lindeza que é Niterói e do quanto vale a pena visitar Itacoatiara, e agora vamos falar sobre hospedagem e transporte.

Fiquei em um Bed and Breakfast super justo, o ItaquaHouse. Paguei R$ 60,00 a diária e se não me engano foi o mais barato que encontrei lá. Fica a duas quadras da praia, e é administrado por um casal super simpático. Tem uma piscina maravilhosa, um espaço comum delícia, e algo que fez toda a diferença pra mim: água filtrada geladinha e digrátis! Outro lance que achei massa é que eles deixam umas toalhas disponíveis perto da piscina para que a galera se seque antes de entrar na casa. Não tem desculpa pra fazer bagunça na casa alheia, viu! Eles vendem também drinks e outras bebidas a preços super em conta.

ItaquaHouse | Foto: Bianca Santos

O que eu acho importante levar, para não ter maiores problemas:
– Protetor, protetor e protetor
– Repelente
– Garrafinha para água, já que eles oferecem a água free
– Se quiser entrar no mar, leve um salva vidas também
– Várias toalhas, porque você vai ficar num entra e sai da água o dia todo (se estiver hospedada em um local com piscina, e/ou se levar o salva vidas)

Gostou? Então agora vou contar como chegar lá.

Cheguei pelo aeroporto Santos Dummond, então foi relativamente mais fácil.

Sai do desembarque e vai fazendo a volta no aeroporto pela direita até chegar no terminal das barcas. Dá uns 15/20 minutos de caminhada até o terminal. Vai perguntando no caminho como chegar até o terminal, porque vendo pelo caminho do Google Maps é mais longe. Os locais vão te dar os atalhos 😀
A passagem é R$ 5,60 e a travessia dura cerca de 20 minutos. Chegando em Niterói, já estará na avenida onde passa a maioria dos ônibus, entre eles o bus que vai pra Itacoatiara. A linha que não tem erro é a 38, que sai do terminal João Goulart. Esse terminal fica próximo ao local onde você vai descer da barca. Sai da barca, pega e esquerda e vai. Você vai enxergar logo um monte de busão, aí é só encontrar o 38 e bora pra Itacoa!

Eu fui de Uber porque estava muuuuuuito calor e a mochila pesada. Deu R$ 43,00 a corrida (é bem longe do centro), e o motora ainda parou o carro para que eu pudesse tirar fotos da paisagem. <3

Na volta, fui de busão, e a passagem estava R$ 3,80 se não me engano.

Lembrando que eu fiz esses trajetos sempre durante o dia, então fiquei de boas em relação à segurança. À noite, creio que a melhor opção seja pegar um Uber até a rodoviária novo rio e de lá um bus pra Niterói.

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma contribuição para melhorar o post e ajudar mais mochileiras? Avisa a gente! 😀